Lagoon 46

LAGOON 46 PELA REVISTA SAIL MAGAZINE

Embarque de imediato a bordo do Lagoon 46. O objetivo é estudar o catamarã à lupa, não com uma lupa qualquer, mas sim com aquela da revista americana SAIL, especializada na vela.

16 de fevereiro de 2021

O 46 faz parte dos catamarãs Lagoon de nova geração, com um plano vélico maior, um mastro recuado e um retranca mais curta para uma navegação fácil e agradável. Foram modificadas também as características e o nível dos acabamentos dos interiores desta nova geração de catamarãs: design luxuoso, materiais nobres, espaços ergonómicos e maior armazenamento.

Graças ao seu ADN Lagoon, o 46 já tinha alguns pontos fortes: liberdade e audácia, alegria de viver e inovação. Apesar disso, o Lagoon 46 teve de se impor no mercado:

«Durante o projeto do novo 46 pés, a Lagoon teve de resolver duas questões. Primeiro, adaptar a enorme popularidade do 50, apresentado recentemente com a inovadora casa do leme elevada, a um modelo mais pequeno. Portanto a questão era: como manter todas as características inovadoras do 50 num modelo mais compacto. Depois, e dado que o 46 sucede ao Lagoon 450, cujo sucesso foi enorme, a Lagoon não se podia permitir um passo em falso. Com o lançamento no mercado de mais de 800 unidades do modelo anterior, era fundamental realizar um novo modelo bem sucedido.»

Portanto, o Lagoon 46 é o resultado de um desafio! Com 185 unidades que estão a navegar pelo mundo, este modelo à vela fez os testes:

Facilidade de navegação:

«A catraca elétrica Harken encaixado gera um carro de escota contínuo, portanto não há desculpas para não ter uma vela bem regulada. A escota de genoa que vira de bordo automaticamente passa por um carro, permitindo-lhe manobrar facilmente sozinho neste grande barco.»

Performances à vela:

«O Lagoon 46 é quase 540 kg mais leve do que o seu irmão maior de 50 pés - vazio. Se conseguir evitar a tentação de o sobrecarregar enchendo seus enormes espaços de armazenagem, apreciará com certeza as suas performances à vela.»

Interiores harmoniosos:

«As vigias retangulares do Lagoon 46 são maiores que aquelas do 450 e, juntamente com as luzes encaixadas na parte inferior e superior da cabine, criam uma sensação de luz e de espaço.  A Lagoon oferece três acabamentos de madeira opcionais, entre os quais uma tonalidade castanho escura Alpi e uma opcional de couro de qualidade superior. Os tradicionalistas adoram dizer que os catamarãs produzidos em série têm uma estética igual à de uma banheira, mas esse não é o caso deste modelo.»

Uma vida a bordo agradável:

«O barco testado foi o de três cabines, com uma suite do armador realmente elegante a estibordo. Há uma cama de casal «queen size» na parte traseira deste espaço, com acesso dos dois lados.» 

Em conclusão:

«Somente o tempo dirá se a popularidade este modelo será igual ou superior àquela do 450. Dada a atenção que o estaleiro deu aos detalhes e à sua integração num espaço mais compacto, presumimos que a Lagoon tenha conseguido o que queria e que, por sua vez, o 46 estabelecerá novas referências.»

Para ler o artigo completo da SAIL, clique aqui.

A lupa da SAIL Magazine não o diz, mas nós da Lagoon já o sabemos: o nosso mítico Lagoon 450 vai-se retirar sem medo porque a próxima geração está garantida!